31 de maio de 2017

MINT CLICKS | OFF SIGHT: Locais abandonados - Escarpa da Serra do Pilar



No Off Sight deste mês, eu e a Jiji regressamos à beira-rio e fomos novamente para a escarpa junto à Serra do Pilar. Andamos um pouco mais ao longo da escarpa, paralelamente ao rio e descobrimos uma realidade bem feia num sítio tão bonito. Já vão perceber porquê. Ora bem, depois de passarmos pela antiga fábrica Lima Móveis, o nosso objectivo era sondar as casas ali perto e entrar na capela do Senhor D'Além. Fomos directas à capela, mas ao longe vimos que estava lá alguém.



Era um senhor, em tronco nu, que nos pareceu estar a pintar ou cimentar uma parede da capela. Estranho. "Será que estão a reparar aquilo?", pensamos. Olhamos com mais atenção e ali perto havia um estendal com roupa. Pouco depois, o senhor começa a gritar para algo ou alguém. E, passado algum tempo, pega numa espécie de tabuleiro com coisas, entra pelo buraco na parede da capela e fecha-o com uma tábua de madeira. Definitivamente, ele vive ali. Não quisemos aproximar-nos mais do local, não só por medo, mas também por sentirmos que estávamos a invadir a casa de alguém. 


Posto isto, decidimos explorar as casitas que existem ali à volta. E tivemos mais uma surpresa. Estavamos a fotografar a entrada de uma das casas, quando de repente nos sai uma senhora porta fora. Apanhamos um susto de morte, pois não estavamos a contar que estivesse lá alguém. Por um lado, a coitada da senhora tinha um aspecto mau e eu pensei que poderia fazer-nos alguma coisa. Por outro lado, senti-me desconfortável por a usar a casa dela como "diversão" para umas fotografias. Estavamos a invadir o seu espaço, um espaço que certamente ela não se orgulha e onde não quer que a vejam. Após alguns segundos de silêncio e de uma troca de olhares connosco, ela disse "Podem ficar". E lá foi à sua vida. 




Acho que levamos uma grande estalada de realidade. Custa acreditar que alguém vive nestes sítios tão sujos, tão sombrios, tão degradados... Para nós são meras ruínas, quase como estar na rua. Mas a verdade é que estes espaços são o lar de alguém. É mesmo muito triste ter de encarar esta realidade. E tudo isto está a acontecer a meia dúzia de passos da cidade que é considerada o Melhor Destino Europeu, que está mais bonita do que nunca, toda cheia de vida e alegria. É como ter dois mundos completamente diferentes no mesmo local. 



De toda esta saga de locais abandonados, acho que este foi o mais marcante devido ao contacto com esta triste realidade. E ao fotografar este local, senti também que esgotei toda a minha criatividade à volta desta tema. E não fui a única a achar o mesmo. Como tal, após 5 meses de locais abandonados, eis que vamos ter um novo tema para o próximo mês do Off Sight! Whohooo! 

Enquanto o novo tema não chega, passem pelos restantes blogues e vejam os últimos projectos sobre locais abandonados. E já agora, o que acharam destes primeiros meses do projecto?

9 comentários:

  1. Infelizmente é uma triste realidade... mas pelo menos não estão ao relento.

    ResponderEliminar
  2. É tão triste saber, que nos dias de hoje, ainda existem pessoas a viver nessas condições, ou até mesmo na rua.
    Quanto às tuas fotos, gosto muito da primeira e da terceira. Estão lindas. Parabéns.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Auccchhh devem ter apanhado um susto de morte! Adorei as tuas primeiras fotos, as cores e os pormenores estão fantásticos. O Porto esconde muitoooos tesouros :)

    Viver a Viajar

    ResponderEliminar
  4. Adoro as primeiras 3 fotos. Que susto devem ter apanhado! :)

    ResponderEliminar
  5. Adorei esta tua participação, não só pela história, que é tão chocante e comovente, como pelas fotografias, que embora mostrem uma realidade tão degradada, mostram-na também com tanta cor, reparaste?

    ResponderEliminar
  6. Caramba, rapariga, que suto que foi esta manhã...mas ficamos em sintonia depois desta experiência. Chapada de realidade, foi mesmo isso!

    Achei mesmo giro ver como conseguiste mostrar o estado do local mesmo com imensa cor, gostei mesmo destas fotos <3

    Jiji

    ResponderEliminar
  7. Adorei o tema. Tocou-me imenso. Viajei no tempo contigo ... senti que estive lá, que estou lá e que estarei lá!!!
    Há lugares assim que é preciso desmistificar ...
    E, já agora, explico o porquê de me ter tocado muuiiiittto:
    quem vem e atravessa a ponte
    junto à Serra do Pilar,
    vê um velho casario
    que se estende até ao mar ...
    "Porto Sentido - Rui Veloso/Carlos Tê"

    Mas ... a Catarina escreveu tocando nos nossos corações:
    quem vem e vê a Serra do Pilar
    vê e sente aquele lugar
    em tempos, cheio de vida
    hoje um nostálgico e importante recordar ...

    "Para a Catarina com um abraçooooo da Xana"

    Encaixa perfeitamente na melodia do Rui Veloso. Não acham??
    Experimentem ...

    O Porto, Gaia são lindíssimas cidades!!
    Um obrigada do coração!!
    Aguardo mais novidades destas "belas e sombrias cidades"...

    Também aguardo fotos ... de NYC 😊

    Xana

    ResponderEliminar
  8. Minha nossa :/
    Infelizmente é a triste realidade do nosso país. Encontrar pessoas em montes caídos ou casas em ruínas no meio da cidade é algo completamente normal, mas que não deveria ser.

    Estou a adorar o vosso projecto e as fotos, mais uma vez, estão lindas. Tenho saudades do Porto! :((

    let's do nothing today

    ResponderEliminar
  9. As tuas fotos estão tão complementares com as da Joana! Seja pela cor, seja porque oferecem diferentes perspetivas do espaço (como aquela ponte suspensa, que vemos de baixo no blogue da Joana e a partir de cima no teu). E a tua descrição... que susto que deve ter sido, sente-se nas tuas palavras! Também fiquei impressionada com o off sight deste mês por perceber que um lugar abandonado não o era assim tanto afinal, já que se tinha transformado no lar de um outro alguém. E sim, também fiquei a pensar nisso. Estamos em sintonia este mês. :) Beijinho.

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Copyright © A GIRL IN MINT GREEN, EST. 2014